INÍCIO | PROFISSIONAIS | ECONOMIA DA SAÚDE | O QUE É A ECONOMIA DA SAÚDE?

Economia da Saúde

Em sistemas cada vez mais conscientes dos custos dos sistemas de saúde, com materiais para feridas que nem sempre são facilmente diferenciados, torna-se imperativo compreender conceitos base da Economia da Saúde no intuito de utilizar este tipo de informações como mais uma ferramenta importante nos processos diários de tomada de decisões.

    O que é a Economia da Saúde?

A Economia da Saúde é uma disciplina que se dedica a avaliar os custos e os resultados clínicos dentro do sistema de saúde com o objectivo de permitir tomadas de decisão mais informadas. Permite medir quanto custa realmente um produto, tendo em conta não apenas o seu preço de compra, mas também os efeitos que tem nos seus factores chave, como o tempo dos profissionais de saúde e os resultados clínicos. Desta forma, podemos comparar a eficácia de um produto com a eficácia de outras alternativas de tratamento disponíveis tanto em termos clínicos como económicos. As práticas e os produtos que podem reduzir as complicações, o tempo de internamento ou o tempo dos profissionais de saúde, reduzir os custos e melhorar os resultados clínicos, terão provavelmente os melhores resultados positivos desde o ponto de vista da economia da saúde. Isto significa que os benefícios económicos de tratar um paciente com um produto mais adequado, compensam o custo do produto. Habitualmente significa que o que é o mais correcto do ponto de vista clínico para o paciente, também produz o melhor resultado económico. Esta é a economia de um bom tratamento de feridas.

 

Porque devemos utilizar a economia da saúde?

A pressão nos orçamentos que sofrem os sistemas de saúde agora é maior do que nunca. Com menos dinheiro e mais pacientes para tratar (devido a factores como o envelhecimento da população, os elevados preços da nova tecnologia, as maiores expectativas dos pacientes, etc.), os sistemas de saúde necessitam de produtos que sejam rentáveis.

 

 

Partilhar no Facebook Partilhar no Twitter Partilhar por email Mais opções