INÍCIO | NÓS | NOTÍCIAS

Notícias

  • 16/11/2017

DIA MUNDIAL DA PREVENÇÃO DAS ÚLCERAS POR PRESSÃO - 16 Novembro 2017

 

As Úlceras Por Pressão (UPP) têm um impacto significativo no tempo, nos orçamentos e nos pacientes. No recente congresso EPUAP 2017, a Smith & Nephew juntou especialistas líderes na prevenção das úlceras por pressão.

 Para visualizar as apresentações, carregue aqui


Por que é necessário um consenso
?

      • - O conflito entre opiniões sobre os biofilmes em feridas crónicas pode levar a um tratamento inadequado
      • - Clarificar para separar os factos da ficção e aumentar o conhecimento sobre os biofilmes
      • - O conhecimento científico dos biofilmes, precisa ser combinado com a realidade da prática clínica
      • - Recomendações inequívocas para o diagnóstico e tratamento das feridas crónicas
      • - Critérios principais para determinar os tratamentos anti-biofilme mais efectivos
  • 03/11/2017

Novidade: NOVO DOCUMENTO CONSENSO PARA OS BIOFILMES EM FERIDAS CRÓNICAS

10 especialistas, 10 recomendações, 1 consenso

 

10 especialistas internacionais em biofilmes, nas áreas de investigação clínica e científica, concordaram com uma série de recomendações, desenvolvidas para clarificar e orientar nas questões principais no diagnóstico e tramento dos biofilmes em feridas.

Wound Repair and Regeneration cover

Consensus guidelines for the identification and treatment of biofilms in chronic non-healing wounds

 
Prof. Gregory Schultz, Dr. Randy Wolcott, Prof. Thomas Bjarnsholt, Dr. Matthew Malone, Prof. Masahiro Tachi, Terry Swanson, Prof. David Leaper, Prof. Paul Stoodley, Dr Garth James, Dr. Andrew McBain.

 

Ler o sumário do documento de Consenso (pdf)

Documento Consenso


Por que é necessário um consenso
?

      • - O conflito entre opiniões sobre os biofilmes em feridas crónicas pode levar a um tratamento inadequado
      • - Clarificar para separar os factos da ficção e aumentar o conhecimento sobre os biofilmes
      • - O conhecimento científico dos biofilmes, precisa ser combinado com a realidade da prática clínica
      • - Recomendações inequívocas para o diagnóstico e tratamento das feridas crónicas
      • - Critérios principais para determinar os tratamentos anti-biofilme mais efectivos

       

  • 18/10/2017

WebCast: A MELHORAR RESULTADOS EM FERIDAS DE DIFÍCIL CICATRIZAÇÃO COM TERAPIA DE PRESSÃO NEGATIVA

As terapias avançadas desempenham um papel crucial na progressão de uma ferida para a
cicatrização. Uma avaliação recente do impacto no Reino Unido, Suécia e Canadá do Sistema
de Terapia de Feridas por Pressão Negativa (TFPN) PICO* demonstrou a importância da
intervenção precoce em feridas de difícil cicatrização e como um protocolo efectivamente
implementado pode resultar em melhorias estatisticamente significativas na progressão
para a cicatrização. O estudo demonstrou poupanças de custos estimadas em 33,1%.

Este webcast demonstra como a implementação do protocolo do PICO* em feridas complexas
sustenta a tomada de decisões clínicas e pode ajudar a melhorar os resultados dos pacientes,
reduzir o custo do tratamento e reduzir o peso dos custos na economia da saúde.

Neste webcast irá adquirir os seguintes conhecimentos:

      • - A importância da intervenção precoce com o PICO* e o seu impacto na progressão da ferida
        - A implementação de um protocolo de tratamento para utilizar o PICO* de forma mais custo-efectiva
        - O impacto na poupança de custos com a utilização do PICO* vs tratamento convencional (pensos
        tradicionais)
        - Taxas de cicatrização com a utilização do PICO*

 

Moderadora: Caroline Dowsett

Apresentado por Caroline Dowsett e Jane Hampton

Para se registar, carregue aqui

  • 19/05/2016

WebCast: ENVOLVIMENTO DO PACIENTE NO TRATAMENTO DE FERIDAS - UMA PLATAFORMA PARA A MUDANÇA

Este Webcast moderado pela Professora Zena Moore, focaliza-se na importância crescente do envolvimento do paciente na gestão do tratamento de feridas e a manutenção da sustentabilidade dos sistemas de saúde.

Na primeira apresentação, a Professora Christine Moffatt, Professora de investigação clínica na Universidade de Nottingham (UK), explora formas de incentivar o envolvimento dos pacientes, procurando como adaptar o planeamento de cudiados para apoiar o processo de decisão e ao auto-cuidado. Em particular, nos benefícios da utilização de pensos como o ALLEVYN* Life, para apoiar o envolvimento do paciente.

Na apresentação da Dra. Caroline Fife, Directora Médica da Clínica de Feridas no St Luke's Hospital no Texas (USA), esta aborda o aumento da importância do feedback do paciente com a forma como os serviços de saúde são proporcionados e pagos, focalizando a necessidade do desenvolvimento de sistemas de saúde centrados no paciente, acessíveis e custo-efectivos.

Neste webcast irá adquirir os seguintes conhecimentos:

      • - A importância do envolvimento do paciente como factor-chave num tratamento de feridas sustentado
      • - Abordagens ao planeamento de cuidados que apoiam a decisão partilhada e o auto-cuidado
      • - Benefícios da utilização de pensos como o ALLEVYN* Life, para apoiar o envolvimento do paciente
      • - A necessidade de reformular os cuidados de saúde tradicionais para satisfazer as necessidades dos pacientes e fazer face ao peso crescente no tratamento de feridas.
      • - Factores críticos para o tratamento de feridas custo-efectivo

Moderado pela Professora Zena Moore

Apresentado por Dra. Caroline Fife e Professora Christine Moffatt

Para se registar, carregue aqui

 

 

  • 01/07/2014

WebCast: LIBERTAR RECURSOS PARA MELHORAR OS CUIDADOS DOS PACIENTES

Neste Webcast, Deborah Simon, Tissue Viability Specialist Nurse em Knowsley, no Reino Unido, apresenta um novo estudo que avalia os resultados centrados no paciente para demonstrar os potenciais benefícios económicos em saúde de um tratamento (ALLEVYN* Life) e os benefícios para os pacientes. Este estudo demonstra como o registo da informação durante a prática clínica pode dar uma visão do que é o mundo real, no tratamento de feridas custo-efectivo.

Demonstra, também, como uma intervenção pode ter um impacto positivo no paciente, solucionando problemas comuns como o extravasamento do exsudado, a dor e a adaptação do penso.

Neste webcast irá adquirir os seguintes conhecimentos:

      • - Utilizar os resultados centrados no paciente para demonstrar o custo-efectividade
      - O impacto de um tratamento na utilização de recursos, como o tempo do profissional de saúde e o bem-estar do paciente
      • - Factores críticos para o tratamento de feridas custo-efectivo

Moderado pelo Professor Keith Harding

Apresentado por Deborah Simon

Para se registar, carregue aqui

 

23/06/2014

WebCast: O próximo passo no tratamento de feridas pós esternotomia mediana, o efeito da Terapia de Pressão Negativa (TPN) em incisões cirúrgicas

A incidência de mediastinite pós-esternotomia, varia entre 0.8% a 5%(1) e nas infecções superficiais varia entre 0.5 e 8%.(2)

Apesar de ser uma complicação pouco frequente, tem um potencial com consequências devastadoras e que podem incorrer num aumento significativo de custos:

      • - A taxa de mortalidade varia entre 19% e 29% (3-5)
      - Maior necessidade de antibioterapia sistémica
      • - Tempo de internamento superior
      • - Re-intervenções cirúrgicas

 

Neste WebCast serão apresentados os resultados preliminares de 180 pacientes num estudo controlado e randomizado, para avaliar o efeito da aplicação da TPN em incisões cirúrgicas encerradas de esternotomias medianas.

O palestrante irá demonstrar como a utilização do PICO* (dispositivo de Terapia de Pressão Negativa, TPN ultra-portátil, sem reservatório e com penso de silicone) utilizado em pacientes de risco elevado submetidos a cirúrgia cardíaca, resultou em menos 50% de taxa de infecção do que o grupo controlo. Uma menor incidência de mediastinite também foi observada.

O palestrante:

Dr. Carlos Velasco Garcia de Sierra, Cirurgião Cardíaco - Hospital Universitário da Corunha em Espanha

Para se registar, carregue aqui

  • 24/04/2014

WebCast e Artigo: Tratamentos inovadores para reduzir a infecção em cesarianas

Uma investigação da Health Protection Agency em Inglaterra identificou 394 infecções do local cirúrgico, de um total de 4.107 mulheres submetidas a cesariana (9.6%), demonstrando que a diabetes e o índice de massa corporal (IMC) foram os principais factores de risco. As pacientes com um IMC superior a 35 tinham quase 1 em 5 possibilidades de ter uma infecção após a cesariana. Em pacientes com diabetes o risco foi de 1 em cada 7 pacientes.

    Uma auditoria realizada em Wrightington , Wigan e Leigh NHS Foundation Trust, no Reino Unido, de Agosto a Dezembro de 2011, revelou uma elevada incidência de re-hospitalização por infecção em pacientes de cesariana. A investigação também detectou uma maior incidência de infecção de ferida pós-cirúrgica em mulheres com um IMC > 35 avaliados na seguinte visita programada. Antes da implementação do novo protocolo, numa avaliação realizada durante 6 meses, a taxa de infecção foi de 12%.

    Após uma mudança na prática clínica e com a introdução do PICO* (dispositivo de Terapia de Pressão Negativa, TPN ultra-portátil, sem reservatório e com penso de silicone) e do OPSITE* Post-Op Visible (penso pós-cirúrgico que facilita a visualização da incisão) a taxa de infecção reduziu para 6%. Os benefícios da mudança na prática clínica incluiram a redução de infecções pós-cirúrgicas e deiscências, sem re-internamentos.

    Neste Webcast, a equipa multidisciplinar do Wrightington , Wigan e Leigh NHS Foundation Trust, apresenta o seu protocolo e os dados provisórios do estudo realizado em 160 pacientes submetidas a cesariana.

    Para visualizar o WebCast siga este link.

    Para aceder ao aceder ao artigo completo siga este link.

  • 13/03/2014

Compreender os benefícios económicos com a optimização do bem-estar das pessoas com feridas: "Understanding the financial benefits of optimising wellbeing in patients living with a wound"

Os benefícios económicos derivados da melhoria na qualidade de vida dos pacientes com feridas crónicas poderiam ser significativos e deveriam ser considerados para uma abordagem custo-efectiva.

Estas e outras, são as conclusões da Presidente da Nursing Practice Solutions (Ontário, Canadá) Theresa, Hurd, num artigo publicado na Wounds International (Vol 4 | Issue 2 | 2013) “Understanding the financial benefits of optimising wellbeing in patients living with a wound” (Compreender os benefícios económicos da optimização do bem-estar dos pacientes que vivem com uma ferida).

Segundo a autora, após a análise dos resultados da implementação de um programa integral de cuidados multidisciplinares orientados para pacientes com feridas crónicas, o impacto negativo na qualidade de vida e no bem-estar é comparável ao sofrido com patologias crónicas graves, tais como, esclerose múltipla, osteoartrite, insuficiência real ou insuficência cardíaca.

Documento de consenso internacional: "Optimising wellbeing in people living with a wound"

Recentemente foi publicado na Wounds International o documento de consenso “International consensus: Optimising wellbeing in people living with a wound” na versão original, e agora também disponível na versão em português.

Recomendamos a sua leitura para as pessoas que tratam feridas ou vivem com elas. Acreditamos que pode dar uma visão distinta e interessante de como as feridas afectam a qualidade de vida dos pacientes e como também afectam os gastos associados a estes tratamentos.

O documento é o resultado de distintas sessões de trabalho realizadas em vários países, com o objetivo de identificar e compreender quais são os aspectos que afectam o bem-estar e qualidade de vida dos pacientes que têm uma ferida. Nestas sessões participaram todas as pessoas envolvidas na abordagem das feridas: pacientes, profissionais de saúde e pessoas que pertencem à indústria ligada à saúde.

Tanto este documento, como o trabalho prévio à sua realizado, foi patrocinado pela Smith&Nephew no nosso esforço contínuo para melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Link para o documento de consenso

  • 12/02/2013

Lançamento website: feridas.smith-nephew.pt
O novo website tem informação actualizada ao nível da Prevenção e Tratamento Avançado de Feridas.

Inserido na sua estratégia de Marketing e Comunicação em Portugal a Smith&Nephew Advanced Wound Management, lançou o website feridas.smith-nephew.pt com informação actualizada ao nível da Prevenção e Tratamento Avançado de Feridas.

A Smith&Nephew é uma multinacional com sede no Reino Unido e que há mais de 150 anos desenvolve dispositivos médicos avançados na área da saúde: Tratamento Avançado de Feridas, Ortopedia e Endoscopia, está presente em mais de 90 países e em Portugal desde 1996.

Os nossos produtos e tecnologias têm sido reconhecidos ao longo do tempo pelos profissionais de saúde e pelos doentes proporcionando-lhes tratamentos mais eficazes, de recuperação mais rápida e económica, com o máximo conforto.

Na área de Tratamento Avançado de Feridas investimos constantemente na educação e formação dos profissionais e prestadores de cuidados de saúde desenvolvendo conceitos inovadores tais como: Preparação do Leito da Ferida/TIME/TIMECare, PREVENCARE e Academia Global de Feridas (GWA). A Smith&Nephew oferece uma gama completa de produtos eficazes para o tratamento de feridas, associada a uma compreensão profunda de técnicas baseadas nas melhores práticas para a prevenção e cicatrização de feridas.

Devido ao aumento da esperança média de vida, das restrições orçamentais, das doenças múltiplas e crónicas, acreditamos que é o momento de reduzir o impacto humano e os custos económicos do tratamento de feridas.