• Características
  • Adapta-se a todas as formas da lesão.
  • Limita o edema e estiramento de suturas.
  • Evita um encerramento prematuro da ferida.
  • É confortável para o paciente.
  • Custo eficaz e adequado.
  • Benefícios

Adapta-se a todas as formas de lesão
O penso CAVI-CARE* expande-se e endurece adoptando, a forma idónea para delimitar e isolar uma determinada zona em operações cirúrgicas e pós-operatórios. É, portanto, o único penso que permite um ajuste exacto, inclusive em áreas irregulares ou de difícil acesso.

Limita o edema e estiramento de suturas
Em cirúrgias ao pénis, incluindo a correcção de hipospadias, estruturas uretrais ou trauma, é necessário um penso que mantenha o pénis isolado.

O método único de CAVI-CARE* por ser uma espuma que se forma in situ gera uma estrutura celular específica que mantém a forma, evita o sangramento pós-operatório e estiramento de suturas, controla o edema, mantém a ferida estéril e previne qualquer trauma pois protege a zona da ferida e o campo operatório.

Evita um encerramento prematuro da ferida
A propiedade exclusiva do CAVI-CARE* para se adaptar exactamente ao contorno da lesão, permite que esta se mantenha aberta evitando um encerramento prematuro da ferida, ajustando-se aos protocolos e necessidades da intervenção.  

É confortável para o paciente
A natureza suave e elástica do CAVI-CARE* em conjunto com a sua capacidade para se ajustar exactamente ao contorno da ferida proporcionam conforto ao paciente. CAVI-CARE* é menos traumático para a ferida que a utilização de gazes.

Custo eficaz e adequado
CAVI-CARE™ pode ser removido, lavado e colocado novamente na ferida. Periodicamente deve-se substituir o penso, não sendo dolorosa a sua remoção.

  • Indicações
  • Feridas cavitárias de exsudado ligeiro e em estado de granulação.
  • Pode ser utilizada como espuma de suporte pós-operatório.
  • Apresentação e códigos
Código
produto
CNP Descrição Unidades
Caixa
Unidade
mínima
venda
9994563 - - - -

Partilhar no Facebook Partilhar no Twitter Partilhar por email Mais opções

Contra-indicações e precauções

  • Não aplicar em feridas com tunelizações, ou fístulas profundas.

  • Não utilizar em feridas secas.

  • Não utilizar em membranas mucosas incluindo os olhos e o nariz.

  • Apenas para uso externo.

  • Utilizar luvas ao manipular o produto.

  • Evitar contacto com olhos e roupa.

  • Em feridas de baixo exsudado e em estado de granulação:

  • Só deve ser utilizado em feridas abertas bem formadas e que toda a sua extensão e profundidade estejam expostas.

  • Devem seguir-se os cuidados normais da ferida ao utilizar o produto, na remoção do tecido necrótico ou esfacelos assim com no tratamento clínico de infecções.

  • Actuação como espuma de suporte pós-operatório:
  • Cobrir os bordos com vaselina, parafina branca ou aplicar um penso de gaze de tul, para evitar a sua aderência.


  • Instruções de Utilização

  • Limpar a ferida ou campo cirúrgico com solução salina.

  • Esvaziar totalmente o conteúdo das saquetas no recipiente que vem na embalagem. Misturar completamente ambos os produtos e mexer entre 5-15 segundos. A mistura irá converter-se numa espuma blanca que aumentará rapidamente de volume.

  • Moldar a mistura à forma desejada quando ainda esteja fluida, tendo em consideração que a espuma expande ao secar. Cavi-Care demora entre 3 e 5 minutos para estabilizar e durante esse tempo não se deve tocar.

  • Segundo as características específicas da ferida, deve-se retirar e lavar o Cavi-Care desde duas vezes ao dia até uma permanência máxima de 48 horas, em que o penso deverá ser lavado ou mudando de acordo com o que determine o profissional de saúde.

  • CAVI-CARE™, espuma multidimensional, ligeiramente absorvente e adaptável a feridas abertas.

    Bibliografia

  • Miller L, Bale S. Surgical Management of a patient with axillary hidradenitis. Journal of Woundcare Vol 2(1) 1993. 16-20.

  • Cooper R, Bale S, Harding K G. An improved cleansing regime for a modified foam cavity dressing. Journal of Woundcare Vol 4(1) 1995. 13-16.

  • QA 3329 - Wash and Wear Study. Smith & Nephew Medical.

  • QA 3397 - Eusol Stability Study. Smith & Nephew Medical.

  • Butterworth R J, Bale S, Harding K G, Hughes L E. Comparing ALLEVYN Cavity Wound and silastic foam. Journal of Woundcare Vol 1(1) 1992. 10-13.

  • Berry D P, Jones V. Cavity wound management. Journal of Woundcare Vol 2(1) 1993. 29-32.

  • Whitaker R H, Dennis MJS - Silastic foam dressing in hypospadias surgery Vol 69 (1987). 59-60.

  • Niranjan N S, A Silicone Foam Dressing following division of Syndactaly. Eur J Plast Surg Vol. 11 (1988) 182-184.

  • Ross J K, Matti B and Davies D.M. A Silastic Foam Dressing for the Protection of the Post-Operative Ear. British Journal of Plastic Surgery Vol. 40 (1987) 213-214.

  • Davalbhakta A, Sommerland BC. CAVI-CARE Dressing for Hypospadias Repair. Letter to the Editor, British Journal of Plastic Surgery. (1999) 325-326.

  • Bannerjee D. Pilonidal Sinus Wounds: The Clinical Approach. Journal of Community Nursing Vol. 13 (12), 1999.

  • Bale S, Harding K G. Foams still find favour Professional Nurse, June 1991. 510-518.
  • Esta página está dirigida exclusivamente para profissionais de saúde. O conteúdo e informação deste WebSite foi redigido por profissionais de saúde devidamente qualificados, no entanto esta informação não constitui aconselhamento médico, mas um serviço com caracter informativo. O uso indevido de qualquer dos produtos aqui anunciados pode causar a deterioração da saúde se não for utilizado de acordo com as indicações para utilização do produto. A Smith&Nephew não recomenda nem promove a utilização indevida de qualquer produto.